CUIABANO NEWS
Home Política Economia & Agro Cotidiano & Polícia Esportes Variedades Opinião & Artigos Vida & Estilo MT
Inserido em: 04/05/2019  14:19:39


Ponto de venda de drogas é desarticulado e apreendidos 100 porções no bairro Lixeira



FLAG_-03_05.jpg

PJC-MT

Um ponto de venda de drogas foi desarticulado pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), na noite de sexta-feira (03.05), no bairro Lixeira, em Cuiabá. A ação resultou na prisão de uma jovem e apreensão de quase 100 porções de droga, entre maconha e pasta base de cocaína.

A suspeita L.S.C, 21, foi autuada em flagrante de tráfico de drogas e associação para o tráfico, após denúncia sobre um carregamento de drogas que estaria sendo preparado para comercialização em uma residência no bairro Lixeira.

Com essa informação, os policiais civis da DRE iniciaram as diligências conseguindo identificar a casa suspeita. Durante monitoramento do local foi percebido movimentação estranha no imóvel. Ao ser realizada aproximação da casa, os investigadores avistaram um homem e uma mulher. O suspeito ao perceber a presença da equipe empreendeu fuga pelo fundo da casa.

No entanto a moça, permaneceu no local. Na casa, os investigadores sentiram um forte odor de entorpecente. Em cima da mesa na cozinha foram localizados diversos tabletes de maconha, outras várias porções (de maconha e pasta base de cocaína) já embaladas e prontas para venda. Também foi apreendida uma balança de precisão e uma quantia em dinheiro proveniente do tráfico.

Entrevistada sobre a pessoa que havia fugido, a jovem informou que se tratava de seu marido, o qual estava na companhia de outro rapaz, porém, ambos conseguiram fugir.

A  jovem foi conduzida para DRE, interrogada e autuada em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após a confecção dos autos, ela foi apresentada para audiência de custódia e colocada à disposição da Justiça.

As diligências continuam com intuito de localizar os dois suspeitos que conseguiram fugir. (Com informações da PJC)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+A -A
scroll to top